254 320 720
aejac.direcao@gmail.com

Erasmus +

A aventura nos Projetos Europeus começou para o nosso Agrupamento em 2012, com o “Traditions Unite Us”. A primeira Mobilidade foi para Zamosc, na Polónia, em outubro de 2012.
Desde então não temos parado de desenvolver Projetos e Parcerias. No total foram 8 Projetos, dos quais três ainda estão a decorrer:
“Conflict Mediations through Peers”, “ Our Awesome Ties” e “The Final Countdown”.
O primeiro projeto diz respeito às técnicas de Mediação de Conflitos a realizar sobretudo entre alunos.
O segundo projeto passa pela compreensão de todo o tipo de laços, espaços e memórias que nos ligam como Europeus.
O terceiro projeto diz respeito à procura de soluções de sustentabilidade que combatam a crise ambiental que estamos a viver.

Certo é que ao longo destes oito anos aconteceram vivências incríveis, para os alunos, pais e professores envolvidos. Todos se empenharam para que os fundos atribuídos representassem uma mais-valia de compreensão de mundos novos, de experiências de vida, de alimentação e viagens.
Pensamos que continua a valer a pena o esforço e a dedicação de todos.
Devido à Pandemia Covid 19 os momentos de partilha presencial estão suspensos, mas os projetos avançam através de encontros internacionais online.


ERASMUS+: MOBILIDADE A POZEGA, CROÁCIA

Projeto “E.A.R.T.H. – Essence of Agriculture and Rural Traditional Hospitality ”

Decorreu entre os dias 6 e 10 de novembro de 2023 a quinta mobilidade no âmbito do projeto “E.A.R.T.H. – Essence of Agriculture and Rural Traditional Hospitality ”, na cidade de Pozega, na Croácia, tendo como anfitriões a escola Primary School Antun Kanizlic.
O AEJAC fez-se representar pelos alunos Anna Inácio, Eva Coutinho, Francisco Guimarães e Guilherme Gonçalves e pelos docentes Nuno Montes e José Artur Matos. Neste encontro, para além da Croácia, estiveram também presentes alunos e professores da Grécia, Itália, Islândia e Espanha.
O tema definido para o encontro foi “Bio-agricultura e Turismo”. Durante a mobilidade os parceiros conheceram a cidade de Pozega, visitaram empresas, quintas e diferentes espaços culturais. Foi igualmente realizada uma visita a Zagrebe, a capital croata.
Organizados em grupos de trabalho internacionais, os alunos realizaram um workshop em empreendedorismo com recurso ao modelo Business Canvas (ferramenta de gestão estratégica que permite o desenvolvimento do modelo de negócios das empresas), de onde resultaram diferentes projetos de empreendedorismo.
A mobilidades pautou-se pela excelente capacidade de organização e hospitalidade da equipa croata. Todos nos sentimos muito bem acolhidos, nomeadamente os alunos, que viveram uma experiência marcante nas suas vidas, alargando os seus horizontes a nível pessoal e cultural. O contacto com alunos de outros países fomentou a sua capacidade de comunicação, tolerância, e naturalmente, as competências linguísticas.


ERASMUS+: MOBILIDADE A CHALKIDA, GRÉCIA

Projeto “E.A.R.T.H. – Essence of Agriculture and Rural Traditional Hospitality ”

Decorreu entre os dias 24 e 28 de abril de 2023 a terceira mobilidade no âmbito do projeto “E.A.R.T.H. – Essence of Agriculture and Rural Traditional Hospitality ”, na cidade de Chalkida, na Grécia, tendo como anfitriões a escola 2 Geniko Lykeio Chalkidas.
O AEJAC fez-se representar pelos alunos Ana Fonte, Catarina Cancela, Eduardo Penteado e Lucas Monteiro e pelos docentes Nuno Montes e José Artur Matos. Neste encontro, para além da Grécia, estiveram também presentes alunos e professores da Croácia, Itália, Islândia e Espanha.
O tema definido para o encontro foi “Produtos locais, cultura e turismo”. Durante a mobilidade os parceiros visitaram empresas, uma quinta e diferentes espaços culturais, nomeadamente o Partenon e o Museu da Acrópole, em Atenas.
Organizados em grupos de trabalho internacionais, os alunos realizaram um workshop em empreendedorismo com recurso ao modelo Business Canvas (ferramenta de gestão estratégica que permite o desenvolvimento do modelo de negócios das empresas), de onde resultaram diferentes projetos de empreendedorismo.
A mobilidades pautou-se pela excelente capacidade de organização e hospitalidade da equipa grega. Todos nos sentimos muito bem acolhidos, nomeadamente os alunos, que viveram uma experiência marcante nas suas vidas, alargando os seus horizontes a nível pessoal e cultural. O contacto com alunos de outros países fomentou a sua capacidade de comunicação, tolerância, e naturalmente, as competências linguísticas.


ERASMUS+ - Las Palmas

No âmbito do projeto Final Countdown decorreu entre os dias 18 e 25 de março uma viagem a Las Palmas (Gran Canária – Espanha), tendo como anfitriã a Escola Federico Garcia Lorca.
O AEJAC fez-se representar por 5 alunos (Anita Fonseca, Carolina Conceição, Catarina Oliveira, Pedro Vicente e Tomás Monteiro) e pelos docentes Carla Cabral e Pedro Honrado. Neste encontro estiveram também presentes alunos e professores dos seguintes países: Grécia, Itália e Islândia.

Erasmus+ _ Córdoba, Espanha

Decorreu entre os dias 21 e 25 de novembro a segunda mobilidade no âmbito do projeto “E.A.R.T.H. – Essence of Agriculture and Rural Traditional Hospitality ”, na cidade de Córdoba, em Espanha, tendo como anfitriões a escola IES Alhaken II.
O AEJAC fez-se representar por 4 alunos do 11.º ano (Iara Capela, Rita Cardoso, Vera Nogueira e Diogo Sousa), pelas docentes Martha Fernandes e Sofia Reis e pelo Diretor do AE, Salvador Ferreira. Neste encontro estiveram também presentes alunos e professores da Croácia, Itália, Islândia e Grécia.
O tema desta mobilidade foi “A importância económica e social do azeite e do vinho” e durante três dias foram apresentados os trabalhos elaborados por cada escola, realizados workshops em empreendedorismo, trabalhos de grupo com recurso ao Business Modelo Canvas (ferramenta de gestão estratégica que permite o desenvolvimento do modelo de negócios das empresas), visita à Universidade de Loyola e outras atividades, tais como identificação de diferentes espécies de árvores e reflorestação de azinheiras nos arredores da cidade de Córdoba. Realizaram-se, ainda, visitas a uma empresa produtora de azeite e outra de vinhos que privilegiam a qualidade e respeitam o ambiente, bem como a uma fábrica museu de chocolate e torrão. Em termos culturais, realizaram-se visitas aos pontos históricos mais marcantes da cidade, nomeadamente, ao Alcázar dos Reis Cristãos e jardins, Mesquita/Catedral e Medina Al-Azahra, a “cidade brilhante”, símbolo de poder do Califado de Córdoba, procurando-se mostrar aos alunos como diferentes civilizações e religiões evoluíram e coexistiram.
Foi uma experiência muito gratificante para todos, em particular para os alunos que, sendo acolhidos em casas de famílias, tiveram a oportunidade de contactar de perto com a cultura e tradições desta cidade andaluza. O contacto com alunos de outros países permitiu-lhes também alargar os seus horizontes a nível pessoal e cultural e melhorar as suas competências linguísticas.

E.A.R.T-Essence of Agriculture and Rural Traditional Hospitality

De 17 a 21 de outubro de 2022, os alunos Francisca Gonçalves, José Borges, Maria Freitas e Maria Rego participaram em Montalbano Jónico, Itália, no projeto Erasmus+, E.A.R.T-Essence of Agriculture and Rural Traditional Hospitality. Os alunos foram acompanhados pelos professores Pedro Honrado e Isabel Alves. Esta foi a primeira mobilidade a realizar-se no âmbito deste projeto e envolveu parceiros de Itália, Portugal, Islândia, Grécia, Espanha e Croácia.
Durante esta semana foram desenvolvidas várias atividades: concurso de logótipos; visitas de estudo a uma quinta e a um centro de investigação e inovação tecnológica; visita cultural à cidade de Matera; palestras sobre empreendorismo, economia circular e Business Model Canvas.
Posteriormente definiram-se grupos de trabalho internacionais e cada grupo desenvolveu e apresentou a um júri um modelo de negócios a implementar na região de Montalbano.
Um dos momentos mais marcantes desta mobilidade foi a realização de uma gala para toda a comunidade local, em que cada país participante apresentou uma música ou dança representativa do seu país.
Foram dias de trabalho, mas também de um estreitar de laços entre todos os parceiros deste projeto, alunos, professores e famílias de acolhimento.


The Final Countdown

No âmbito do projeto Erasmus+“The Final Countdown”, o Agrupamento de Escolas João de Araújo Correia participou na quarta mobilidade a Lâmia, Grécia, entre os dias 3 e 7 de outubro de 2022, sendo representada por um grupo de cinco alunas e duas docentes. Na escola anfitriã reuniram-se grupos de alunos e professores provenientes de Portugal, Espanha, Grécia, Islândia e Turquia.
No contexto desta semana dedicada à temática “Energy 4 life”, os participantes tiveram a oportunidade de aprofundar conhecimentos que os ajudaram a melhor compreender as alterações climáticas, e de tomar contacto com soluções energéticas alternativas e práticas de desenvolvimento sustentável.  A enquadrar a temática desta mobilidade organizaram-se diversas atividades e visitas de estudo, sempre em ambiente de descontração e confraternização, destacando-se a visita ao complexo de Mosteiros de Metéora, património mundial da UNESCO.
Esta mobilidade possibilitou a partilha de experiências, materiais, estratégias de ensino e aprendizagem e boas práticas sobre educação para as alterações climáticas entre escolas, professores, alunos e suas famílias,  permitindo igualmente promover ligações mais estreitas entre escolas europeias que se afirmam como instituições educativas responsáveis e ativas, colaborando para construir um futuro sustentável para o mundo.


Capacitação de alunos em Mediação de Conflitos

No âmbito do projeto “Cre@tive Conflict Resolution and Peer-to-Peer School Mediation”, o AEJAC certificou, esta semana, um grupo de 20 alunos em Mediação de Conflitos entre pares. A formação, num total de 18 horas, resultou de uma parceria entre o AE, o PIICIE e a UTAD e foi levada a cabo por docentes e técnicos afetos ao GAAF. Os trabalhos finais dos alunos serão apresentados na próxima mobilidade do projeto a Crema, Itália.

Espera-se que no final deste processo, possamos envolver mais professores e mais alunos, as famílias e outros parceiros e fazer deste projeto de formação um instrumento de mudança das relações interpessoais e sociais ao serviço da prevenção de conflitos e de todas as formas de violência.


Cre@tive Conflict Resolution and Peer-to-Peer School Mediation

O projeto Cre@tive Conflict Resolution and Peer-to-Peer School Mediation (Resolução Criativa de Conflitos e mediação escolar entre pares) com início em setembro de 2019 chegou agora ao seu término. Na sua origem esteve a constatação da existência e crescimento de conflitos nas escolas que levam, muitas vezes, a resultados escolares negativos, problemas de autoestima, exclusão, violência física e/ou psicológica. Os objetivos principais do projeto prenderam-se com contribuir para a formação/educação de cidadãos responsáveis e ativos capazes de, no futuro, construir uma sociedade tolerante e pacífica onde todos possam viver e crescer em segurança e bem-estar e ter sucesso; desenvolver capacidades e técnicas de resolução de conflitos entre alunos, professores e comunidade educativa. Estes objetivos foram amplamente alcançados! Para além de ações de capacitação de docentes, particularmente os que estão afetos aos Gabinetes de Mediação de Conflitos, foi feita também a capacitação de alunos. Esta foi realizada através de um programa de formação intitulado “Mediação de Conflitos na Escola-Formação para alunos”, fruto de uma parceria com o PIICIE e a UTAD, na pessoa da Doutora Ana Paula Monteiro. A formação, com a duração de 18 horas, teve um carácter extracurricular e teórico-prático e foi realizada por 20 alunos do ensino secundário. Este processo foi depois alvo de uma comunicação no II Seminário Transnacional LIMEdiat e III Congresso Internacional de Mediação Social “Licenciatura Europeia em Mediação: um Novo Modelo de Formação de Mediadores”, realizado em formato híbrido na Universidade do Minho, em maio último.
Em termos de concretizações futuras, espera-se que a escola seja capaz de implementar uma sala de mediação de conflitos entre pares (aluno-aluno), envolver mais professores e mais alunos, as famílias e outros parceiros e fazer deste projeto de formação um instrumento de mudança das relações interpessoais contribuindo para a prevenção de conflitos e da violência.

Partilhamos e_book do projeto onde constam todas as atividades realizadas pelos cinco parceiros: Grécia, Malta, Itália, Polónia e Portugal.